Matias Sanchez Cabalero

Menu

Introdução:

Este workshop destina-se a satisfazer as necessidades de uso mostrado por pessoas com baixa visão para ter acesso à informação e comunicação, através da utilização de tecnologias com uma reduzida capacidade de comprar e pode ajudar a aumentar a qualidade de vida e autonomia pessoal e ter um melhor relacionamento com as TIC. Pessoas com baixa visão deve conhecer os meios técnicos disponíveis para eles para mitigar o acesso à informação e comunicação, devido à sua condição. Destina-se a minimizar as barreiras de acesso contra ambientes tecnológicos.

1.1 Introdução do mini curso sobre tecnologias para baixa visão

uma apresentação dos objetivos da oficina tecnologia de baixa visão.

1.2. Evolução, estatísticas e sociedade digital

Uma pequena representação da minha patologia pessoa com baixa visão. Estatística de pessoas com baixa visão na Espanha. As pessoas com baixa visão na sociedade digital, termos técnicos utilizados na AID BAIXA VISÃO

2.1. Termos utilizados e tecnologias para baixa visão

Uma breve descrição dos termos utilizados na Sociedade Digital. Ferramentas utilizadas por pessoas com baixa visão para acessar tecnologias de informação e comunicação (leitor de texto, leitor de tela)

2.2. Tecnologias: Ampliadores, cursor e teclados

Ferramentas utilizadas por pessoas com baixa visão para acessar tecnologias de informação e comunicação (ampliadores de tela, cursores melhorados, teclados)

2.3. Dispositivos: Videoampliadores e ampliadores portáteis

Demonstração dos videoampliadores e ampliadores portáteis.

2.4. Telefones, smartphones, aplicativos e tablets

Demonstração dos telefones desenvolvidos especificamente para pessoas com baixa visão. Sua principal característica é que possuem números ampliados e alto contraste.

Apresentação dos aplicativos para smartphones destinados às pessoas cegas e com baixa visão.

Recomendação do uso de tablets porque possuem uma tela bem maior que as dos smartphones, e por isso facilitam a leitura das pessoas com baixa visão.

Recomendação que tanto os smartphones quanto os tablets sempre possuam câmera na parte trazeira para poderem ser utilizados como ampliadores portáteis.

3.1. Adaptação de displays para Baixa Visão

Como as pessoas com baixa visão podem otimizar a leitura na tela dos seus dispositivos sem precisarem investir na compra de um novo?
- Diminuindo a resolução da tela
- Utilização de softwares ampliadores de tela
- Utilização de esquemas de alto contraste
- Inversão de cores
- Utilização do modo avião para economizar bateria enquanto estiver utilizando o dispositivo como ampliador

Com estas poucas dicas conseguimos para todas as pessoas: a saúde dos olhos, vista mais descansada, economia de energia. São as vantagens da utilização das tecnologias assistivas.

3.2. economia de energia, aumentar o ponteiro do mouse e o Tamanho do texto

Como fazer com que a bateria dos seus dispositivos portáteis durem mais tempo enquanto você utiliza os recursos para baixa visão?

Em qualquer computador é possível configurar o ponteiro do mouse para ser mais acessível para pessoas com baixa visão: Seu tamanho, cores e velocidade.

O esquema de cor invertida para o ponteiro do mouse faz com que ele sempre adote automaticamente a cor que proporciona um melhor contraste com o que estiver apontando, de forma a melhorar a sua visualização.

Dicas rápidas de como aumentar o tamanho do texto em todos os programas do computador:

3.3. Como Converter uma câmera digital em uma TeleLupa

Esta parte do workshop mostra como converter qualquer câmera digital que você tem em casa em uma telelupa, sem qualquer custo. Esta Parte da oficina é mais atraente para os profissionais, que podem auxiliar seus reabilitandos a como construir um ampliador a custo zero utilizando qualquer câmera digital que você tenha em casa.

Também é possível fazer utilizando uma filmadora.

Basta conectar estes equipamentos a uma televisão com os cabos que vieram na caixa quando compramos.

Se ativamos o modo de foto ou vídeo, imediatamente a imagem é projetada na televisão em um tamanho muito maior e suficiente para a leitura.

Para não ter que ficar segurando o equipamento durante a leitura, pode-se também tirar uma foto e depois ler o texto estático na televisão.

3.4. apropriação das tecnologias para Baixa Visão

Para finalizar esta oficina, se ensina como podermos dar novas finalidades para os equipamentos que já temos em nossas casas, destinando sua utilização como uma tecnologia assistiva que pode ser facilmente substituída pelo que já temos sem a necessidade de gastar dinheiro com isto.

Podemos utilizar os aplicativos de câmera dos celulares e tablets, e ajustar a ampliação do texto utilizando a função de zoom do aplicativo.

Podemos fotografar placas e letreiros para depois ajustarmos sua ampliação na tela do nosso dispositivo.

Todo texto de letras pequenas que precise ser ampliado para facilitar a leitura, tais como caixas e bulas de medicamentos, podem ser fotografados e ampliados para serem lidos pela televisão.

Um tablet pode também cumprir a função de um ampliador portátil de forma muito mais eficaz que os telefones celulares, considerando a diferença de tamanho da tela.

Os tablets também podem ser utilizados como telelupas para os alunos visualizarem o quadro negro da sala de aula, ou mesmo para fotografar o quadro em vez de ficar copiando tudo no caderno, e depois basta ampliar cada fotografia destas para ir lendo seu conteúdo.

Um tablet apoiado em um suporte também pode resultar num ótimo ampliador para a leitura de textos impressos, tais como apostilas, provas e livros.